Isaías 32



1 Eis que reinará um rei com justiça, e dominarão os príncipes segundo o juízo.

1 Eis que reinará um rei com justiça, e com retidão governarão príncipes.

1 Eis que um rei reinará de acordo com a justiça e a retidão, os seus príncipes e lideres governarão conforme o direito.

1 Behold, a king will reign righteously And princes will rule justly.

2 E será aquele homem como um esconderijo contra o vento, e um refúgio contra a tempestade, como ribeiros de águas em lugares secos, e como a sombra de uma grande rocha em terra sedenta.

2 um varão servirá de abrigo contra o vento, e um refúgio contra a tempestade, como ribeiros de águas em lugares secos, e como a sombra duma grande penha em terra sedenta.

2 Cada ser humano será como um esconderijo contra o vento e um abrigo contra as tempestades, será como correntes de água em plena terra árida, como a boa sombra de uma grande rocha em meio ao deserto.

2 Each will be like a refuge from the wind And a shelter from the storm, Like streams of water in a dry country, Like the shade of a huge rock in a parched land.

3 E os olhos dos que vêem não olharão para trás; e os ouvidos dos que ouvem estarão atentos.

3 Os olhos dos que vêem não se ofuscarão, e os ouvidos dos que ouvem escutarão.

3 Então os olhos dos que podem ver não mais estarão fechados e os ouvidos do que podem escutar se abrirão para ouvir.

3 Then the eyes of those who see will not be blinded, And the ears of those who hear will listen.

4 E o coração dos imprudentes entenderá o conhecimento; e a língua dos gagos estará pronta para falar distintamente.

4 O coração dos imprudentes entenderá o conhecimento, e a língua dos gagos estará pronta para falar distintamente.

4 O coração dos irrefletidos procurará adquirir a sabedoria, a língua dos gaguejantes falará com pleno desembaraço e com clareza.

4 The mind of the hasty will discern the truth, And the tongue of the stammerers will hasten to speak clearly.

5 Ao vil nunca mais se chamará liberal; e do avarento nunca mais se dirá que é generoso.

5 Ao tolo nunca mais se chamará nobre, e do avarento nunca mais se dirá que é generoso.

5 Já não se chamará nobre ao tolo nem se dirá ilustre àquele que é trapaceiro!

5 No longer will the fool be called noble, Or the rogue be spoken of as generous.

6 Porque o vil fala obscenidade, e o seu coração pratica a iniquidade, para usar hipocrisia, e para proferir mentiras contra o SENHOR, para deixar vazia a alma do faminto, e fazer com que o sedento venha a ter falta de bebida.

6 Pois o tolo fala tolices, e o seu coração trama iniqüidade, para cometer profanação e proferir mentiras contra o Senhor, para deixar com fome o faminto e fazer faltar a bebida ao sedento.

6 Porque o insensato profere tolices e o seu coração pratica a iniquidade, agindo impiedosamente e alardeando disparates contra Deus, deixando o faminto sem alimento e privando o sedento de matar sua sede.

6 For a fool speaks nonsense, And his heart inclines toward wickedness: To practice ungodliness and to speak error against the LORD, To keep the hungry person unsatisfied And to withhold drink from the thirsty.

7 Também todas as armas do avarento são más; ele maquina invenções malignas, para destruir os mansos com palavras falsas, mesmo quando o pobre chega a falar retamente.

7 Também as maquinações do fraudulento são más; ele maquina invenções malignas para destruir os mansos com palavras falsas, mesmo quando o pobre fala o que é reto.

7 As artimanhas do homem de caráter maligno são todas perversas; imagina tramas cruéis para destruir com mentiras o pobre e indefeso, mesmo quando a súplica deste é justa.

7 As for a rogue, his weapons are evil; He devises wicked schemes To destroy the afflicted with slander, Even though the needy one speaks what is right.

8 Mas o liberal projeta coisas liberais, e pela liberalidade está em pé.

8 Mas o nobre projeta coisas nobres; e nas coisas nobres persistirá.

8 Quanto ao homem nobre, nobres são todos os seus desígnios; graças aos seus feitos nobres permanece íntegro e firme.

8 But the noble man devises noble plans; And by noble plans he stands.

9 Levantai-vos, mulheres, que estais sossegadas, e ouvi a minha voz; e vós, filhas, que estais tão seguras, inclinai os ouvidos às minhas palavras.

9 Levantai-vos, mulheres que estais sossegadas e ouvi a minha voz; e vós, filhas, que estais , tão seguras, inclinai os ouvidos às minhas palavras.

9 Vós, mulheres tão sossegadas, ponde-vos de pé e ouvi a minha voz; filhas cheias de arrogância, dai ouvidos às minhas palavras!

9 Rise up, you women who are at ease, And hear my voice; Give ear to my word, You complacent daughters.

10 Porque num ano e dias vireis a ser turbadas, ó mulheres que estais tão seguras; porque a vindima se acabará, e a colheita não virá.

10 Num ano e dias vireis a ser perturbadas, ó mulheres que tão seguras estais; pois a vindima falhará, e a colheita não virá.

10 Daqui a pouco, mais de um ano, vós que se sentis orgulhosas e seguras de vós mesmas, ficarão apavoradas; a colheita de uvas falhará e a colheita de frutas nada produzirá.

10 Within a year and a few days You will be troubled, O complacent daughters; For the vintage is ended, And the fruit gathering will not come.

11 Tremei, mulheres que estais sossegadas, e turbai-vos vós, que estais tão seguras; despi-vos, e ponde-vos nuas, e cingi com saco os vossos lombos.

11 Tremei, mulheres que estais sossegadas, e turbai-vos, vós que estais tão seguras; despi-vos e ponde-vos nuas, e cingi com saco os vossos lombos.

11 Estremecei, pois, ó mulheres desacauteladas e sossegadas! Tremei, vós que estais tão cheias de soberba; despojai-vos, despi-vos, cingi os vossos lombos com roupas de lamento.

11 Tremble, you women who are at ease; Be troubled, you complacent daughters; Strip, undress and put sackcloth on your waist,

12 Baterão nos peitos, pelos campos desejáveis, e pelas vinhas frutíferas.

12 Batei nos peitos pelos campos aprazíveis, e pela vinha frutífera;

12 Batei no peito, por causa dos campos destruídos, pelas videiras carregadas de frutos,

12 Beat your breasts for the pleasant fields, for the fruitful vine,

13 Sobre a terra do meu povo virão espinheiros e sarças, como também sobre todas as casas onde há alegria, na cidade jubilosa.

13 pela terra do meu povo, que produz espinheiros e sarças, e por todas as casas de alegria, na cidade jubilosa.

13 e pela terra do meu povo, terra agora infestada de espinhos e roseiras bravas; sim, pranteai por todas as casas outrora cheias de júbilo e por esta cidade exultante.

13 For the land of my people in which thorns and briars shall come up; Yea, for all the joyful houses and for the jubilant city.

14 Porque os palácios serão abandonados, a multidão da cidade cessará; e as fortificações e as torres servirão de cavernas para sempre, para alegria dos jumentos monteses, e para pasto dos rebanhos;

14 Porque o palácio será abandonado, a cidade populosa ficará deserta; e o outeiro e a torre da guarda servirão de cavernas para sempre, para alegria dos asnos monteses, e para pasto dos rebanhos;

14 A fortaleza será abandonada, a cidade barulhenta ficará deserta, a cidadela e a torre das sentinelas se tornarão covis, uma delícia para os jumentos, uma pastagem para os rebanhos,

14 Because the palace has been abandoned, the populated city forsaken Hill and watch-tower have become caves forever, A delight for wild donkeys, a pasture for flocks;

15 Até que se derrame sobre nós o espírito lá do alto; então o deserto se tornará em campo fértil, e o campo fértil será reputado por um bosque.

15 até que se derrame sobre nós o espírito lá do alto, e o deserto se torne em campo fértil, e o campo fértil seja reputado por um bosque.

15 até que sobre nós o Espírito seja derramado do alto, o deserto seja transformado em campo fértil, e o campo fértil pareça uma floresta.

15 Until the Spirit is poured out upon us from on high, And the wilderness becomes a fertile field, And the fertile field is considered as a forest.

16 E o juízo habitará no deserto, e a justiça morará no campo fértil.

16 Então o juízo habitará no deserto, e a justiça morará no campo fértil.

16 O direito habitará no deserto e a justiça viverá no campo fértil.

16 Then justice will dwell in the wilderness And righteousness will abide in the fertile field.

17 E o efeito da justiça será paz, e a operação da justiça, repouso e segurança para sempre.

17 E a obra da justiça será paz; e o efeito da justiça será sossego e segurança para sempre.

17 O fruto da justiça será a paz; e a obra da justiça proporcionará tranquilidade e segurança eternas.

17 And the work of righteousness will be peace, And the service of righteousness, quietness and confidence forever.

18 E o meu povo habitará em morada de paz, e em moradas bem seguras, e em lugares quietos de descanso.

18 O meu povo habitará em morada de paz, em moradas bem seguras, e em lugares quietos de descanso.

18 O meu povo viverá em regiões pacíficas, em moradas seguras, em lugares tranquilos de paz e repouso.

18 Then my people will live in a peaceful habitation, And in secure dwellings and in undisturbed resting places;

19 Mas, descendo ao bosque, cairá saraiva e a cidade será inteiramente abatida.

19 Mas haverá saraiva quando cair o bosque; e a cidade será inteiramente abatida.

19 Embora a floresta seja arrasada pelo granizo quando a saraiva vier e a cidade seja nivelada ao pó,

19 And it will hail when the forest comes down, And the city will be utterly laid low.

20 Bem-aventurados vós os que semeais junto a todas as águas; e deixais livres os pés do boi e do jumento.

20 Bem-aventurados sois vós os que semeais junto a todas as águas, que deixais livres os pés do boi e do jumento.

20 sereis felizes, semeando junto de águas puras e generosas, deixando andar livres os bois e os jumentos!

20 How blessed will you be, you who sow beside all waters, Who let out freely the ox and the donkey.



Public Domain - Portuguese Bible [Almeida:1628-1691]

Bíblia King James Atualizada (Português) © 2012 Abba Press. Usado com permissão.

n/a

New American Standard Bible Copyright ©1960, 1962, 1963, 1968, 1971, 1972, 1973, 1975, 1977, 1995 by The Lockman Foundation, La Habra, Calif. All rights reserved. For Permission to Quote Information visit http://www.lockman.org