Jó 26



1 Jó, porém, respondeu e disse:

1 Então Jó respondeu:

1 Então Jó tomou a palavra e contestou:

1 Then Job responded,

2 Como ajudaste aquele que não tinha força e sustentaste o braço que não tinha vigor!

2 Como tens ajudado ao que não tem força e sustentado o braço que não tem vigor!

2 “Como sabes ajudar ao desfalecido e frágil; como emprestas forças ao braço enfraquecido!

2 "What a help you are to the weak! How you have saved the arm without strength!

3 Como aconselhaste aquele que não tinha sabedoria e plenamente lhe fizeste saber a causa, assim como era!

3 como tens aconselhado ao que não tem sabedoria, e plenamente tens revelado o verdadeiro conhecimento!

3 Como tens aconselhado o que não tem sabedoria! E como tens revelado o verdadeiro conhecimento em toda sua plenitude!

3 "What counsel you have given to one without wisdom! What helpful insight you have abundantly provided!

4 Para quem proferiste palavras? E de quem é o espírito que saiu de ti?

4 Para quem proferiste palavras? E de quem é o espírito que saiu de ti?

4 Quem o teria ajudado a proferir palavras tão maravilhosas? E de quem é o espírito que fala em ti?

4 "To whom have you uttered words? And whose spirit was expressed through you?

5 Os mortos tremem debaixo das águas com os seus moradores.

5 Os mortos tremem debaixo das águas, com os que ali habitam.

5 A alma dos mortos tremem debaixo das águas com seus habitantes.

5 "The departed spirits tremble Under the waters and their inhabitants.

6 O inferno está nu perante ele, e não há coberta para a perdição.

6 O Seol está nu perante Deus, e não há coberta para o Abadom.

6 O Sheol, o além, está desnudo diante de Deus, e o Abadom, o abismo da destruição, não está oculto aos seus olhos.

6 "Naked is Sheol before Him, And Abaddon has no covering.

7 O norte estende sobre o vazio; suspende a terra sobre o nada.

7 Ele estende o norte sobre o vazio; suspende a terra sobre o nada.

7 É Deus que estende os céus do Norte sobre o espaço vazio; suspende e equilibra a terra sobre o nada.

7 "He stretches out the north over empty space And hangs the earth on nothing.

8 Prende as águas em densas nuvens, e a nuvem não se rasga debaixo delas.

8 Prende as águas em suas densas nuvens, e a nuvem não se rasga debaixo delas.

8 Retém as águas em suas densas nuvens, e as nuvens não se rompem sob o imenso peso delas.

8 "He wraps up the waters in His clouds, And the cloud does not burst under them.

9 Encobre a face do seu trono e sobre ela estende a sua nuvem.

9 Encobre a face do seu trono, e sobre ele estende a sua nuvem.

9 É Deus que cobre a face da lua cheia estendendo sobre ela as suas nuvens.

9 "He obscures the face of the full moon And spreads His cloud over it.

10 Marcou um limite à superfície das águas em redor, até aos confins da luz e das trevas.

10 Marcou um limite circular sobre a superfície das águas, onde a luz e as trevas se confinam.

10 Determina o horizonte sobre a superfície das águas para que sirva de limite entre luz e trevas.

10 "He has inscribed a circle on the surface of the waters At the boundary of light and darkness.

11 As colunas do céu tremem e se espantam da sua ameaça.

11 As colunas do céu tremem, e se espantam da sua ameaça.

11 As colunas dos céus se abalam e ficam atônitas perante sua repreensão.

11 "The pillars of heaven tremble And are amazed at His rebuke.

12 Com a sua força fende o mar e com o seu entendimento abate a sua soberba.

12 Com o seu poder fez sossegar o mar, e com o seu entendimento abateu a Raabe.

12 Fende o mar mediante a expressão do seu poder e com sua sabedoria despedaça Raabe, o Monstro dos Mares.

12 "He quieted the sea with His power, And by His understanding He shattered Rahab.

13 Pelo seu Espírito ornou os céus; a sua mão formou a serpente enroscadiça.

13 Pelo seu sopro ornou o céu; a sua mão traspassou a serpente veloz.

13 Com seu sopro os céus ficaram límpidos e com o toque de sua mão fere a poderosa e veloz serpente.

13 "By His breath the heavens are cleared; His hand has pierced the fleeing serpent.

14 Eis que isto são apenas as orlas dos seus caminhos; e quão pouco é o que temos ouvido dele! Quem, pois, entenderia o trovão do seu poder?

14 Eis que essas coisas são apenas as orlas dos seus caminhos; e quão pequeno é o sussurro que dele, ouvimos! Mas o trovão do seu poder, quem o poderá entender?

14 E isso tudo representa apenas a ínfima parte de todo o seu poder e das maravilhas de suas obras! Um suave sussurro é o que ouvimos de Deus. Todavia, quem será capaz de compreender o trovão e a luz do seu poder?”

14 "Behold, these are the fringes of His ways; And how faint a word we hear of Him! But His mighty thunder, who can understand?"



Public Domain - Portuguese Bible [Almeida:1628-1691]

Bíblia King James Atualizada (Português) © 2012 Abba Press. Usado com permissão.

n/a

New American Standard Bible Copyright ©1960, 1962, 1963, 1968, 1971, 1972, 1973, 1975, 1977, 1995 by The Lockman Foundation, La Habra, Calif. All rights reserved. For Permission to Quote Information visit http://www.lockman.org