Jó 4



1 Então, respondeu Elifaz, o temanita, e disse:

1 Então respondeu Elifaz, o temanita, e disse:

1 Então Elifaz de Temã tomou a palavra e respondeu ao desabafo de Jó:

1 Then Eliphaz the Temanite answered,

2 Se intentarmos falar-te, enfadar-te-ás? Mas quem poderá conter as palavras?

2 Se alguém intentar falar-te, enfadarte-ás? Mas quem poderá conter as palavras?

2 “Se alguém se aventurar oferecer-te um conselho, ficarias ofendido? Todavia, quem pode conter as palavras?

2 "If one ventures a word with you, will you become impatient? But who can refrain from speaking?

3 Eis que ensinaste a muitos e esforçaste as mãos fracas.

3 Eis que tens ensinado a muitos, e tens fortalecido as mãos fracas.

3 Tu tens ministrado sabedoria a muitos e tens encorajado a diversos braços desfalecidos.

3 "Behold you have admonished many, And you have strengthened weak hands.

4 As tuas palavras levantaram os que tropeçavam, e os joelhos desfalecentes fortificaste.

4 As tuas palavras têm sustentado aos que cambaleavam, e os joelhos desfalecentes tens fortalecido.

4 Tuas palavras têm sustentado os que cambaleavam, e tens fortalecido os joelhos vacilantes.

4 "Your words have helped the tottering to stand, And you have strengthened feeble knees.

5 Mas agora a ti te vem, e te enfadas; e, tocando-te a ti, te perturbas.

5 Mas agora que se trata de ti, te enfadas; e, tocando-te a ti, te desanimas.

5 Contudo, agora chegou a tua vez de estar em dificuldade, tu te perturbas e, ao seres provado, te desanimas.

5 "But now it has come to you, and you are impatient; It touches you, and you are dismayed.

6 Porventura, não era o teu temor de Deus a tua confiança, e a tua esperança, a sinceridade dos teus caminhos?

6 Porventura não está a tua confiança no teu temor de Deus, e a tua esperança na integridade dos teus caminhos?

6 Acaso tua confiança não está alicerçada no teu temor a Deus, e a tua esperança, em teu procedimento irrepreensível?

6 "Is not your fear of God your confidence, And the integrity of your ways your hope?

7 Lembra-te, agora: qual é o inocente que jamais pereceu? E onde foram os sinceros destruídos?

7 Lembra-te agora disto: qual o inocente que jamais pereceu? E onde foram os retos destruídos?

7 Pensa bem! Consegues recordar-te de algum inocente que tenha perecido? Soubeste que justos sofreram destruição?

7 "Remember now, who ever perished being innocent? Or where were the upright destroyed?

8 Segundo eu tenho visto, os que lavram iniquidade e semeiam o mal segam isso mesmo.

8 Conforme tenho visto, os que lavram iniquidade e semeiam o mal segam o mesmo.

8 Pelo que tenho observado, eis minha experiência: aqueles que cultivam o pecado e semeiam a impiedade são os mesmos que colhem tudo quanto há de mal.

8 "According to what I have seen, those who plow iniquity And those who sow trouble harvest it.

9 Com o hálito de Deus perecem; e com o assopro da sua ira se consomem.

9 Pelo sopro de Deus perecem, e pela rajada da sua ira são consumidos.

9 Ora, pelo sopro de Deus são destruídos; pelo vento de sua ira são aniquilados.

9 "By the breath of God they perish, And by the blast of His anger they come to an end.

10 O bramido do leão, e a voz do leão feroz, e os dentes dos leõezinhos se quebrantam.

10 Cessa o rugido do leão, e a voz do leão feroz; os dentes dos leõezinhos se quebram.

10 Os leões podem rugir e rosnar muito alto, mas até mesmo os dentes dos leões mais jovens e fortes se quebram.

10 "The roaring of the lion and the voice of the fierce lion, And the teeth of the young lions are broken.

11 Perece o leão velho, porque não há presa, e os filhos da leoa andam dispersos.

11 Perece o leão velho por falta de presa, e os filhotes da leoa andam dispersos.

11 Os leões mais velhos morrem por falta de presas para mastigar o alimento, e os filhotes da leoa peregrinam sem rumo.

11 "The lion perishes for lack of prey, And the whelps of the lioness are scattered.

12 Uma palavra se me disse em segredo; e os meus ouvidos perceberam um sussurro dela.

12 Ora, uma palavra se me disse em segredo, e os meus ouvidos perceberam um sussurro dela.

12 Disseram-me uma palavra em segredo, da qual os meus ouvidos perceberam o sussurro.

12 "Now a word was brought to me stealthily, And my ear received a whisper of it.

13 Entre pensamentos de visões da noite, quando cai sobre os homens o sono profundo,

13 Entre pensamentos nascidos de visões noturnas, quando cai sobre os homens o sono profundo,

13 Em meio aos sonhos alarmantes da noite, quando cai sono profundo sobre os seres humanos,

13 "Amid disquieting thoughts from the visions of the night, When deep sleep falls on men,

14 sobreveio-me o espanto e o tremor, e todos os meus ossos estremeceram.

14 sobrevieram-me o espanto e o tremor, que fizeram estremecer todos os meus ossos.

14 temor e tremor se apoderaram da minha alma e fizeram estremecer todos os meus ossos.

14 Dread came upon me, and trembling, And made all my bones shake.

15 Então, um espírito passou por diante de mim; fez-me arrepiar os cabelos da minha carne;

15 Então um espírito passou por diante de mim; arrepiaram-se os cabelos do meu corpo.

15 Um espírito, como um sopro, passou ante meu rosto e senti todos os pelos do meu corpo arrepiarem-se imediatamente.

15 "Then a spirit passed by my face; The hair of my flesh bristled up.

16 parou ele, mas não conheci a sua feição; um vulto estava diante dos meus olhos; e, calando-me, ouvi uma voz que dizia:

16 Parou ele, mas não pude discernir a sua aparencia; um vulto estava diante dos meus olhos; houve silêncio, então ouvi uma voz que dizia:

16 Ele parou, mas não consegui identificá-lo. Um vulto se pôs diante dos meus olhos em meio ao silêncio, e escutei uma voz suave, que me indagava:

16 "It stood still, but I could not discern its appearance; A form was before my eyes; There was silence, then I heard a voice:

17 Seria, porventura, o homem mais justo do que Deus? Seria, porventura, o varão mais puro do que o seu Criador?

17 Pode o homem mortal ser justo diante de Deus? Pode o varão ser puro diante do seu Criador?

17 ‘Pode um ser mortal ser perfeitamente justo diante de Deus? Pode o ser humano se conservar puro em seus caminhos sob o olhar do Criador?

17 'Can mankind be just before God? Can a man be pure before his Maker?

18 Eis que nos seus servos não confia e nos seus anjos encontra loucura;

18 Eis que Deus não confia nos seus servos, e até a seus anjos atribui loucura;

18 Se Deus não deposita confiança em seus próprios servos, percebe-se erro em seus anjos e os julga por insensatez,

18 'He puts no trust even in His servants; And against His angels He charges error.

19 quanto mais naqueles que habitam em casas de lodo, cujo fundamento está no pó, e são machucados como a traça!

19 quanto mais aos que habitam em casas de lodo, cujo fundamento está no pó, e que são esmagados pela traça!

19 quanto mais aos que habitam em casas de barro, cuja fundação está no pó, e são esmagados mais facilmente que uma traça!

19 'How much more those who dwell in houses of clay, Whose foundation is in the dust, Who are crushed before the moth!

20 Desde de manhã até à tarde são despedaçados; e eternamente perecem, sem que disso se faça caso.

20 Entre a manhã e a tarde são destruidos; perecem para sempre sem que disso se faça caso.

20 Entre o raiar do dia e o pôr-do-sol são exterminados; perecem para sempre sem que sejam sequer notados.

20 'Between morning and evening they are broken in pieces; Unobserved, they perish forever.

21 Porventura, não passa com eles a sua excelência? Morrem, mas sem sabedoria.

21 Se dentro deles é arrancada a corda da sua tenda, porventura não morrem, e isso sem atingir a sabedoria?

21 A vida dos seres humanos se acaba como uma tenda que desmancha ao simples arrancar de uma de suas cordas, e morremos sem termos conquistado a sabedoria!

21 'Is not their tent-cord plucked up within them? They die, yet without wisdom.'



Public Domain - Portuguese Bible [Almeida:1628-1691]

Bíblia King James Atualizada (Português) © 2012 Abba Press. Usado com permissão.

n/a

New American Standard Bible Copyright ©1960, 1962, 1963, 1968, 1971, 1972, 1973, 1975, 1977, 1995 by The Lockman Foundation, La Habra, Calif. All rights reserved. For Permission to Quote Information visit http://www.lockman.org