Marcos 4



1 E OUTRA vez começou a ensinar junto do mar, e ajuntou-se a ele grande multidão, de sorte que ele entrou e assentou-se num barco, sobre o mar; e toda a multidão estava em terra junto do mar.

1 Outra vez começou a ensinar à beira do mar. E reuniu-se a ele tão grande multidão que ele entrou num barco e sentou-se nele, sobre o mar; e todo o povo estava em terra junto do mar.

1 Retornou Jesus à beira-mar para ensinar. E a multidão que se juntou ao seu redor era tão numerosa que o forçou a entrar num barco, onde assentou-se. O barco estava no mar e todo o povo agrupava-se na praia.

1 He began to teach again by the sea And such a very large crowd gathered to Him that He got into a boat in the sea and sat down; and the whole crowd was by the sea on the land.

2 Ensinava-lhes muitas coisas por parábolas e lhes dizia na sua doutrina:

2 Então lhes ensinava muitas coisas por parábolas, e lhes dizia no seu ensino:

2 E, assim, Ele lhes transmitia muitos ensinamentos por parábolas, e enfatizava ao ministrar:

2 And He was teaching them many things in parables, and was saying to them in His teaching,

3 Ouvi: Eis que saiu o semeador a semear;

3 Ouvi: Eis que o semeador saiu a semear;

3 “Escutai! Eis que o semeador saiu a semear.

3 "Listen to this! Behold, the sower went out to sow;

4 E aconteceu que, semeando ele, uma parte da semente caiu junto do caminho, e vieram as aves do céu, e a comeram;

4 e aconteceu que, quando semeava, uma parte da semente caiu à beira do caminho, e vieram as aves e a comeram.

4 Enquanto lançava a semente, parte dela caiu à beira do caminho, e chegaram as aves e a devoraram.

4 as he was sowing, some seed fell beside the road, and the birds came and ate it up.

5 E outra caiu sobre pedregais, onde não havia muita terra, e nasceu logo, porque não tinha terra profunda;

5 Outra caiu no solo pedregoso, onde não havia muita terra: e logo nasceu, porque não tinha terra profunda;

5 Outra parte caiu em solo pedregoso e, não havendo terra suficiente, nasceu rapidamente, pois a terra não era profunda.

5 "Other seed fell on the rocky ground where it did not have much soil; and immediately it sprang up because it had no depth of soil.

6 Mas, saindo o sol, queimou-se; e, porque não tinha raiz, secou-se.

6 mas, saindo o sol, queimou-se; e, porque não tinha raiz, secou-se.

6 Contudo, ao raiar do sol, as plantas se queimaram; e porque não tinham raiz, secaram.

6 "And after the sun had risen, it was scorched; and because it had no root, it withered away.

7 E outra caiu entre espinhos, e crescendo os espinhos, a sufocaram e não deu fruto.

7 E outra caiu entre espinhos; e cresceram os espinhos, e a sufocaram; e não deu fruto.

7 Outra parte ainda caiu entre os espinhos; estes espinhos cresceram e sufocaram as plantas, e por isso não pôde dar frutos.

7 "Other seed fell among the thorns, and the thorns came up and choked it, and it yielded no crop.

8 E outra caiu em boa terra e deu fruto, que vingou e cresceu; e um produziu trinta, outro sessenta, e outro cem;

8 Mas outras caíram em boa terra e, vingando e crescendo, davam fruto; e um grão produzia trinta, outro sessenta, e outro cem.

8 Finalmente, outras partes caíram em terra boa, germinaram, cresceram e ofereceram grande colheita, a trinta, sessenta e até cem por um”.

8 "Other seeds fell into the good soil, and as they grew up and increased, they yielded a crop and produced thirty, sixty, and a hundredfold."

9 E disse-lhe: Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.

9 E disse-lhes: Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.

9 E alertou: “Aquele que tem ouvidos para ouvir, ouça!” Jesus explica a parábola

9 And He was saying, "He who has ears to hear, let him hear."

10 E, quando se achou só, os que estavam junto dele com os doze interrogaram-no acerca da parábola.

10 Quando se achou só, os que estavam ao redor dele, com os doze, interrogaram-no acerca da parábola.

10 Quando se afastaram das multidões, os Doze e alguns outros que o seguiam lhe pediram para elucidar as parábolas.

10 As soon as He was alone, His followers, along with the twelve, began asking Him about the parables.

11 E ele disse-lhes: A vós vos é dado saber os mistérios do reino de Deus, mas aos que estão de fora todas estas coisas se dizem por parábolas,

11 E ele lhes disse: A vós é confiado o mistério do reino de Deus, mas aos de fora tudo se lhes diz por parábolas;

11 Então, lhes revelou: “A vós foi concedido o mistério do Reino de Deus; aos de fora, entretanto, tudo é pregado por parábolas,

11 And He was saying to them, "To you has been given the mystery of the kingdom of God, but those who are outside get everything in parables,

12 Para que, vendo, vejam, e não percebam; e, ouvindo, ouçam, e não entendam; para que se não convertam, e lhes sejam perdoados os pecados.

12 para que vendo, vejam, e não percebam; e ouvindo, ouçam, e não entendam; para que não se convertam e sejam perdoados.

12 com o propósito de que: ‘mesmo que vejam, não percebam; ainda que ouçam, não compreendam, e isso para que não se convertam e sejam perdoados’”.

12 so that WHILE SEEING, THEY MAY SEE AND NOT PERCEIVE, AND WHILE HEARING, THEY MAY HEAR AND NOT UNDERSTAND, OTHERWISE THEY MIGHT RETURN AND BE FORGIVEN."

13 E disse-lhes: Não percebeis esta parábola? como pois entendereis todas as parábolas?

13 Disse-lhes ainda: Não percebeis esta parábola? como pois entendereis todas as parábolas?

13 Então Jesus os questionou: “Se não compreendeis essa parábola, como podereis entender todas as outras?

13 And He said to them, "Do you not understand this parable? How will you understand all the parables?

14 O que semeia, semeia a palavra;

14 O semeador semeia a palavra.

14 O semeador semeia a Palavra.

14 "The sower sows the word.

15 E os que estão junto do caminho são aqueles em quem a palavra é semeada; mas, tendo-a eles ouvido, vem logo Satanás e tira a palavra que foi semeada nos seus corações.

15 E os que estão junto do caminho são aqueles em quem a palavra é semeada; mas, tendo-a eles ouvido, vem logo Satanás e tira a palavra que neles foi semeada.

15 Algumas pessoas são como a semente à beira do caminho, onde a Palavra foi semeada. Mas assim que a ouvem, Satanás vem e toma a Palavra nelas semeada.

15 "These are the ones who are beside the road where the word is sown; and when they hear, immediately Satan comes and takes away the word which has been sown in them.

16 E da mesma sorte os que recebem a semente sobre pedregais; os quais, ouvindo a palavra, logo com prazer a recebem,

16 Do mesmo modo, aqueles que foram semeados nos lugares pedregosos são os que, ouvindo a palavra, imediatamente com alegria a recebem;

16 Assim também ocorre com a que foi semeada em solo pedregoso: são as pessoas que, ao ouvirem a Palavra, logo a recebem com alegria.

16 "In a similar way these are the ones on whom seed was sown on the rocky places, who, when they hear the word, immediately receive it with joy;

17 Mas não têm raiz em si mesmos, antes são temporãos; depois, sobrevindo tribulação ou perseguição por causa da palavra, logo se escandalizam.

17 mas não têm raiz em si mesmos, antes são de pouca duração; depois, sobrevindo tribulação ou perseguição por causa da palavra, logo se escandalizam.

17 Entretanto, visto que não têm raízes em si mesmas, são de pouca perseverança. Ao surgir alguma tribulação ou perseguição por causa da Palavra, rapidamente sucumbem.

17 and they have no firm root in themselves, but are only temporary; then, when affliction or persecution arises because of the word, immediately they fall away.

18 E outros são os que recebem a semente entre espinhos, os quais ouvem a palavra;

18 Outros ainda são aqueles que foram semeados entre os espinhos; estes são os que ouvem a palavra;

18 Outras ainda, como a semente lançada entre os espinhos, escutam a Palavra,

18 "And others are the ones on whom seed was sown among the thorns; these are the ones who have heard the word,

19 Mas os cuidados deste mundo, e os enganos das riquezas e as ambições doutras coisas, entrando, sufocam a palavra, e fica infrutífera.

19 mas os cuidados do mundo, a sedução das riquezas e a cobiça doutras coisas, entrando, sufocam a palavra, e ela fica infrutífera.

19 porém, quando chegam as preocupações da vida diária, a sedução da riqueza e todas as demais ambições, agridem e sufocam a Palavra, tornando-a infrutífera.

19 but the worries of the world, and the deceitfulness of riches, and the desires for other things enter in and choke the word, and it becomes unfruitful.

20 E os que recebem a semente em boa terra são os que ouvem a palavra e a recebem, e dão fruto, um a trinta, outro a sessenta, outro a cem, por um.

20 Aqueles outros que foram semeados em boa terra são os que ouvem a palavra e a recebem, e dão fruto, a trinta, a sessenta, e a cem, por um.

20 Todavia, outras pessoas são como as que foram semeadas em terra boa: estas ouvem a Palavra, acolhem-na e oferecem farta colheita: a trinta, sessenta e até cem por um”. A parábola da luz encoberta

20 "And those are the ones on whom seed was sown on the good soil; and they hear the word and accept it and bear fruit, thirty, sixty, and a hundredfold."

21 E disse-lhes: Vem porventura a candeia para se meter debaixo do alqueire, ou debaixo da cama? Não vem antes para se colocar no velador?

21 Disse-lhes mais: Vem porventura a candeia para se meter debaixo do alqueire, ou debaixo da cama? não é antes para se colocar no velador?

21 E lhes propôs: “Quem, porventura, traz uma candeia para colocá-la sob uma vasilha ou debaixo de uma cama? Ao invés, não a traz para ser depositada no candelabro?

21 And He was saying to them, "A lamp is not brought to be put under a basket, is it, or under a bed? Is it not brought to be put on the lampstand?

22 Porque nada há encoberto que não haja de ser manifesto; e nada se faz para ficar oculto, mas para ser descoberto.

22 Porque nada está encoberto senão para ser manifesto; e nada foi escondido senão para vir à luz.

22 Pois nada há de oculto que não venha a ser revelado, e nada em segredo que não seja trazido à luz do dia.

22 "For nothing is hidden, except to be revealed; nor has anything been secret, but that it would come to light.

23 Se alguém tem ouvidos para ouvir, ouça.

23 Se alguém tem ouvidos para ouvir, ouça.

23 Se alguém tem ouvidos para ouvir, ouça!”

23 "If anyone has ears to hear, let him hear."

24 E disse-lhes: Atendei ao que ides ouvir. Com a medida com que medirdes vos medirão a vós, e ser-vos-á ainda acrescentada.

24 Também lhes disse: Atendei ao que ouvis. Com a medida com que medis vos medirão a vós, e ainda se vos acrescentará.

24 E seguiu ensinando: “Ponderai atentamente o que tendes ouvido! Pois com a medida com que tiverdes medido vos medirão igualmente a vós; e ainda mais vos será acrescentado!

24 And He was saying to them, "Take care what you listen to. By your standard of measure it will be measured to you; and more will be given you besides.

25 Porque ao que tem, ser-lhe-á dado; e, ao que não tem, até o que tem lhe será tirado.

25 Pois ao que tem, ser-lhe-á dado; e ao que não tem, até aquilo que tem ser-lhe-á tirado.

25 Porquanto, ao que tem mais se lhe dará; de quem não tem, até o que tem lhe será retirado”. A parábola do Reino

25 "For whoever has, to him more shall be given; and whoever does not have, even what he has shall be taken away from him."

26 E dizia: O reino de Deus é assim como se um homem lançasse semente à terra,

26 Disse também: O reino de Deus é assim como se um homem lançasse semente à terra,

26 Então contou-lhes que: “O Reino de Deus é semelhante a um homem que lançou a semente sobre a terra.

26 And He was saying, "The kingdom of God is like a man who casts seed upon the soil;

27 E dormisse, e se levantasse de noite ou de dia, e a semente brotasse e crescesse, não sabendo ele como.

27 e dormisse e se levantasse de noite e de dia, e a semente brotasse e crescesse, sem ele saber como.

27 Enquanto ele dorme e acorda, durante noites e dias, a semente germina e cresce, embora ele desconheça como isso acontece.

27 and he goes to bed at night and gets up by day, and the seed sprouts and grows--how, he himself does not know.

28 Porque a terra por si mesma frutifica, primeiro a erva, depois a espiga, por último o grão cheio na espiga.

28 A terra por si mesma produz fruto, primeiro a erva, depois a espiga, e por último o grão cheio na espiga.

28 A terra por si mesma produz o fruto: primeiro surge a planta, depois a espiga, e, mais tarde, os grãos que enchem a espiga.

28 "The soil produces crops by itself; first the blade, then the head, then the mature grain in the head.

29 E, quando já o fruto se mostra, mete-lhe logo a foice, porque está chegada a ceifa.

29 Mas assim que o fruto amadurecer, logo lhe mete a foice, porque é chegada a ceifa.

29 Assim que as espigas amadurecem, o homem imediatamente lhes passa a foice, pois é chegado o tempo da colheita”. A parábola do grão de mostarda

29 "But when the crop permits, he immediately puts in the sickle, because the harvest has come."

30 E dizia: A que assemelharemos o reino de Deus? Ou com que parábola o representaremos?

30 Disse ainda: A que assemelharemos o reino de Deus? ou com que parábola o representaremos?

30 E contou-lhes mais: “Com o que compararemos o Reino de Deus? Que parábola buscaremos para representá-lo?

30 And He said, "How shall we picture the kingdom of God, or by what parable shall we present it?

31 É como um grão de mostarda, que, quando se semeia na terra, é a mais pequena de todas as sementes que há na terra;

31 É como um grão de mostarda que, quando se semeia, é a menor de todas as sementes que há na terra;

31 É como um grão de mostarda, que é a menor das sementes que se planta na terra.

31 "It is like a mustard seed, which, when sown upon the soil, though it is smaller than all the seeds that are upon the soil,

32 Mas, tendo sido semeado, cresce; e faz-se a maior de todas as hortaliças, e cria grandes ramos, de tal maneira que as aves do céu podem aninhar-se debaixo da sua sombra.

32 mas, tendo sido semeado, cresce e faz-se a maior de todas as hortaliças e cria grandes ramos, de tal modo que as aves do céu podem aninhar-se à sua sombra.

32 Porém, uma vez semeada, cresce e se transforma na maior das hortaliças, com ramos tão grandes, a ponto de as aves do céu poderem abrigar-se sob a sua sombra”. O ensino parabólico de Jesus

32 yet when it is sown, it grows up and becomes larger than all the garden plants and forms large branches; so that THE BIRDS OF THE AIR can NEST UNDER ITS SHADE."

33 E com muitas parábolas tais lhes dirigia a palavra, segundo o que podiam compreender.

33 E com muitas parábolas tais lhes dirigia a palavra, conforme podiam compreender.

33 Assim, por meio de muitas parábolas semelhantes Jesus lhes comunicava a Palavra, conforme a medida das possibilidades de compreensão de seus ouvintes.

33 With many such parables He was speaking the word to them, so far as they were able to hear it;

34 E sem parábolas nunca lhes falava; Porém tudo declarava em particular aos seus discípulos.

34 E sem parábola não lhes falava; mas em particular explicava tudo a seus discípulos.

34 E nada lhes transmitia sem usar alguma parábola. Entretanto, quando estava em particular com os seus discípulos, explicava-lhes tudo claramente. A tempestade se submete a Jesus

34 and He did not speak to them without a parable; but He was explaining everything privately to His own disciples.

35 E, naquele dia, sendo já tarde, disse-lhes: Passemos para a outra banda.

35 Naquele dia, quando já era tarde, disse-lhes: Passemos para o outro lado.

35 Naquele mesmo dia, ao cair da tarde, pediu aos seus discípulos: “Passemos para a outra margem”.

35 On that day, when evening came, He said to them, "Let us go over to the other side."

36 E eles, deixando a multidão, o levaram consigo, assim como estava, no barco; e havia também com ele outros barquinhos.

36 E eles, deixando a multidão, o levaram consigo, assim como estava, no barco; e havia com ele também outros barcos.

36 Eles, então, despedindo-se da multidão, o levaram no barco, assim como estava. E outros barcos o seguiam.

36 Leaving the crowd, they took Him along with them in the boat, just as He was; and other boats were with Him.

37 E levantou-se grande temporal de vento, e subiam as ondas por cima do barco, de maneira que já se enchia.

37 E se levantou grande tempestade de vento, e as ondas batiam dentro do barco, de modo que já se enchia.

37 Aconteceu que levantou-se um tremendo vendaval, e as grandes ondas se jogavam para dentro do barco, de maneira que este foi se enchendo de água.

37 And there arose a fierce gale of wind, and the waves were breaking over the boat so much that the boat was already filling up.

38 E ele estava na popa dormindo sobre uma almofada, e despertaram-no, dizendo-lhe: Mestre, não se te dá que pereçamos?

38 Ele, porém, estava na popa dormindo sobre a almofada; e despertaram-no, e lhe perguntaram: Mestre, não se te dá que pereçamos?

38 Jesus estava na popa, dormindo com a cabeça sobre um travesseiro. Os discípulos o despertaram e suplicaram: “Mestre! Não te importas que pereçamos?”

38 Jesus Himself was in the stern, asleep on the cushion; and they woke Him and said to Him, "Teacher, do You not care that we are perishing?"

39 E ele, despertando, repreendeu o vento, e disse ao mar: Cala-te, aquieta-te. E o vento se aquietou, e houve grande bonança.

39 E ele, levantando-se, repreendeu o vento, e disse ao mar: Cala-te, aquieta-te. E cessou o vento, e fez-se grande bonança.

39 Então, Ele se levantou, repreendeu o vento e ordenou ao mar: “Aquieta-te! Silencia-te!” E logo o vento serenou, e houve completa bonança.

39 And He got up and rebuked the wind and said to the sea, "Hush, be still." And the wind died down and it became perfectly calm.

40 E disse-lhes: Porque sois tão tímidos? Ainda não tendes fé?

40 Então lhes perguntou: Por que sois assim tímidos? Ainda não tendes fé?

40 E indagou aos seus discípulos: “Por que sois covardes? Ainda não tendes fé?”

40 And He said to them, "Why are you afraid? Do you still have no faith?"

41 E sentiram um grande temor, e diziam uns aos outros: Mas quem é este, que até o vento e o mar lhe obedecem.

41 Encheram-se de grande temor, e diziam uns aos outros: Quem, porventura, é este, que até o vento e o mar lhe obedecem?

41 Os discípulos, contudo, estavam tomados de terrível pavor e comentavam uns com os outros: “Quem é este que até o vento e o mar lhe obedecem?”

41 They became very much afraid and said to one another, "Who then is this, that even the wind and the sea obey Him?"



Public Domain - Portuguese Bible [Almeida:1628-1691]

Bíblia King James Atualizada (Português) © 2012 Abba Press. Usado com permissão.

n/a

New American Standard Bible Copyright ©1960, 1962, 1963, 1968, 1971, 1972, 1973, 1975, 1977, 1995 by The Lockman Foundation, La Habra, Calif. All rights reserved. For Permission to Quote Information visit http://www.lockman.org