Romanos 7



1 NÃO sabeis vós, irmãos (pois que falo aos que sabem a lei), que a lei tem domínio sobre o homem por todo o tempo que vive?

1 Ou ignorais, irmãos (pois falo aos que conhecem a lei), que a lei tem domínio sobre o homem por todo o tempo que ele vive?

1 Caros irmãos, falo convosco como conhecedores da Lei. Acaso não sabeis que a Lei tem autoridade sobre uma pessoa apenas enquanto ela vive?

1 Or do you not know, brethren (for I am speaking to those who know the law), that the law has jurisdiction over a person as long as he lives?

2 Porque a mulher que está sujeita ao marido, enquanto ele viver, está-lhe ligada pela lei; mas, morto o marido, está livre da lei do marido.

2 Porque a mulher casada está ligada pela lei a seu marido enquanto ele viver; mas, se ele morrer, ela está livre da lei do marido.

2 Por exemplo, pela Lei a mulher casada está ligada ao marido enquanto ele vive; mas, se ele morrer, ela está livre da lei do casamento.

2 For the married woman is bound by law to her husband while he is living; but if her husband dies, she is released from the law concerning the husband.

3 De sorte que, vivendo o marido, será chamada adúltera, se for doutro marido; mas, morto o marido, livre está da lei, e assim não será adúltera, se for doutro marido.

3 De sorte que, enquanto viver o marido, será chamado adúltera, se for de outro homem; mas, se ele morrer, ela está livre da lei, e assim não será adúltera se for de outro marido.

3 Por isso, se ela se casar com outro homem, enquanto seu marido ainda estiver vivo, será considerada adúltera. Mas se o marido morrer, ela estará livre daquela lei, e mesmo que venha a se casar com outro homem, não estará adulterando.

3 So then, if while her husband is living she is joined to another man, she shall be called an adulteress; but if her husband dies, she is free from the law, so that she is not an adulteress though she is joined to another man.

4 Assim, meus irmãos, também vós estais mortos para a lei pelo corpo de Cristo, para que sejais doutro, daquele que ressuscitou de entre os mortos, a fim de que dêmos fruto para Deus.

4 Assim também vós, meus irmãos, fostes mortos quanto à lei mediante o corpo de Cristo, para pertencerdes a outro, àquele que ressurgiu dentre os mortos a fim de que demos fruto para Deus.

4 Assim também, vós, meus irmãos, morrestes quanto à Lei mediante o corpo de Cristo, para pertencerdes a outro, àquele que ressuscitou dentre os mortos, a fim de que frutifiquemos para Deus.

4 Therefore, my brethren, you also were made to die to the Law through the body of Christ, so that you might be joined to another, to Him who was raised from the dead, in order that we might bear fruit for God.

5 Porque, quando estávamos na carne, as paixões dos pecados, que, são pela lei, obravam em nossos membros para darem fruto, para a morte.

5 Pois, quando estávamos na carne, as paixões dos pecados, suscitadas pela lei, operavam em nossos membros para darem fruto para a morte.

5 Pois quando éramos dominados pela natureza pecaminosa, as paixões dos pecados, instigadas pela própria Lei, agiam livremente em nosso corpo, de maneira que dávamos frutos para a morte.

5 For while we were in the flesh, the sinful passions, which were aroused by the Law, were at work in the members of our body to bear fruit for death.

6 Mas agora estamos livres da lei, pois morremos para aquilo em que estávamos retidos; para que sirvamos em novidade de espírito, e não na velhice da letra.

6 Mas agora fomos libertos da lei, havendo morrido para aquilo em que estávamos retidos, para servirmos em novidade de espírito, e não na velhice da letra.

6 Mas, agora, fomos libertos da Lei, havendo morrido para aquilo que nos aprisionava, para servimos de acordo com a nova ministração do Espírito, e não conforme a velha forma da Lei escrita. A Lei condena, Jesus liberta

6 But now we have been released from the Law, having died to that by which we were bound, so that we serve in newness of the Spirit and not in oldness of the letter.

7 Que diremos pois? É a lei pecado? De modo nenhum. Mas eu não conheci o pecado senão pela lei; porque eu não conheceria a concupiscência, se a lei não dissesse: Não cobiçarás.

7 Que diremos pois? É a lei pecado? De modo nenhum. Contudo, eu não conheci o pecado senão pela lei; porque eu não conheceria a concupiscência, se a lei não dissesse: Não cobiçarás.

7 Portanto, que concluiremos? A Lei é pecado? De forma alguma! De fato, eu não teria como saber o que é pecado, a não ser por intermédio da Lei. Porquanto, na realidade, eu não haveria conhecido a cobiça, se primeiro a Lei não tivesse dito: “Não cobiçarás”.

7 What shall we say then? Is the Law sin? May it never be! On the contrary, I would not have come to know sin except through the Law; for I would not have known about coveting if the Law had not said, "YOU SHALL NOT COVET."

8 Mas o pecado, tomando ocasião pelo mandamento, obrou em mim toda a concupiscência: porquanto sem a lei estava morto o pecado.

8 Mas o pecado, tomando ocasião, pelo mandamento operou em mim toda espécie de concupiscência; porquanto onde não há lei está morto o pecado.

8 Mas o pecado, aproveitando-se da ocasião dada pelo mandamento, provocou em mim todo o tipo de cobiça; porque, onde não há lei, o pecado está morto.

8 But sin, taking opportunity through the commandment, produced in me coveting of every kind; for apart from the Law sin is dead.

9 E eu, nalgum tempo, vivia sem lei, mas, vindo o mandamento, reviveu o pecado, e eu morri;

9 E outrora eu vivia sem a lei; mas assim que veio o mandamento, reviveu o pecado, e eu morri;

9 Antes eu vivia sem a Lei; mas quando veio o mandamento, o pecado reviveu, e eu fui ferido de morte;

9 I was once alive apart from the Law; but when the commandment came, sin became alive and I died;

10 E o mandamento que era para vida achei eu que me era para morte.

10 e o mandamento que era para vida, esse achei que me era para morte.

10 e descobri que o mandamento que era para vida, transformou-se em morte para mim.

10 and this commandment, which was to result in life, proved to result in death for me;

11 Porque o pecado, tomando ocasião pelo mandamento, me enganou, e por ele me matou.

11 Porque o pecado, tomando ocasião, pelo mandamento me enganou, e por ele me matou.

11 Porquanto o pecado, valendo-se do mandamento, iludiu-me, e por meio dele me matou.

11 for sin, taking an opportunity through the commandment, deceived me and through it killed me.

12 E assim a lei é santa, e o mandamento santo, justo e bom.

12 De modo que a lei é santa, e o mandamento santo, justo e bom.

12 De maneira que a Lei é santa, e o mandamento, santo, justo e bom.

12 So then, the Law is holy, and the commandment is holy and righteous and good.

13 Logo tornou-se-me o bom em morte? De modo nenhum; mas o pecado, para que se mostrasse pecado; operou em mim a morte pelo bem; a fim de que pelo mandamento o pecado se fizesse excessivamente maligno.

13 Logo o bom tornou-se morte para mim? De modo nenhum; mas o pecado, para que se mostrasse pecado, operou em mim a morte por meio do bem; a fim de que pelo mandamento o pecado se manifestasse excessivamente maligno.

13 Portanto, isso significa que o que era bom tornou-se morte para mim? De forma alguma! Mas o pecado para que se revelasse como pecado, produziu em mim a morte por intermédio do que era bom; a fim de que, por meio do mandamento, o pecado se demonstrasse extremamente maligno.

13 Therefore did that which is good become a cause of death for me? May it never be! Rather it was sin, in order that it might be shown to be sin by effecting my death through that which is good, so that through the commandment sin would become utterly sinful.

14 Porque bem sabemos que a lei é espiritual: mas eu sou carnal, vendido sob o pecado.

14 Porque bem sabemos que a lei é espiritual; mas eu sou carnal, vendido sob o pecado.

14 Porquanto é do nosso pleno conhecimento de que a Lei é espiritual; eu, entretanto, sou limitado pela carne, pois fui vendido como escravo ao pecado.

14 For we know that the Law is spiritual, but I am of flesh, sold into bondage to sin.

15 Porque o que faço não o aprovo; pois o que quero isso não faço, mas o que aborreço isso faço.

15 Pois o que faço, não o entendo; porque o que quero, isso não pratico; mas o que aborreço, isso faço.

15 Pois não compreendo meu próprio modo de agir; porquanto o que quero, isso não pratico; entretanto, o que detesto, isso me entrego a fazer.

15 For what I am doing, I do not understand; for I am not practicing what I would like to do, but I am doing the very thing I hate.

16 E, se faço o que não quero, consinto com a lei, que é boa.

16 E, se faço o que não quero, consinto com a lei, que é boa.

16 Ora, e se faço o que não desejo, tenho que admitir que a Lei é boa.

16 But if I do the very thing I do not want to do, I agree with the Law, confessing that the Law is good.

17 De maneira que agora já não sou eu que faço isto, mas o pecado que habita em mim.

17 Agora, porém, não sou mais eu que faço isto, mas o pecado que habita em mim.

17 Nesse sentido, não sou mais eu quem determina o meu agir, mas sim o pecado que habita em mim.

17 So now, no longer am I the one doing it, but sin which dwells in me.

18 Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem algum: e com efeito o querer está em mim, mas não consigo realizar o bem.

18 Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem algum; com efeito o querer o bem está em mim, mas o efetuá-lo não está.

18 Porque sei que na minha pessoa, isto é, na minha carne, não reside bem algum; porquanto, o desejar o bem está presente em meu coração, contudo, não consigo realizá-lo.

18 For I know that nothing good dwells in me, that is, in my flesh; for the willing is present in me, but the doing of the good is not.

19 Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não quero esse faço.

19 Pois não faço o bem que quero, mas o mal que não quero, esse pratico.

19 Pois o que pratico não é o bem que almejo, mas o mal que não quero realizar, esse eu sigo praticando.

19 For the good that I want, I do not do, but I practice the very evil that I do not want.

20 Ora, se eu faço o que não quero, já o não faço eu, mas o pecado que habita em mim.

20 Ora, se eu faço o que não quero, já o não faço eu, mas o pecado que habita em mim.

20 Ora, se faço o que não quero, já não sou eu quem o realiza, mas o pecado que reside em mim.

20 But if I am doing the very thing I do not want, I am no longer the one doing it, but sin which dwells in me.

21 Acho então esta lei em mim: que, quando quero fazer o bem, o mal está comigo.

21 Acho então esta lei em mim, que, mesmo querendo eu fazer o bem, o mal está comigo.

21 Assim, descubro essa Lei em minha própria carne: quando quero fazer o bem, o mal está presente em mim.

21 I find then the principle that evil is present in me, the one who wants to do good.

22 Porque, segundo o homem interior, tenho prazer na lei de Deus;

22 Porque, segundo o homem interior, tenho prazer na lei de Deus;

22 Pois no íntimo da minha alma tenho prazer na Lei de Deus;

22 For I joyfully concur with the law of God in the inner man,

23 Mas vejo nos meus membros outra lei, que batalha contra a lei do meu entendimento, e me prende debaixo da lei do pecado que está nos meus membros.

23 mas vejo nos meus membros outra lei guerreando contra a lei do meu entendimento, e me levando cativo à lei do pecado, que está nos meus membros.

23 contudo, vejo uma outra lei agindo nos membros do meu corpo, guerreando contra a lei da minha razão, tornando-me prisioneiro da lei do pecado que atua em todos os meus membros.

23 but I see a different law in the members of my body, waging war against the law of my mind and making me a prisoner of the law of sin which is in my members.

24 Miserável homem que eu sou! Quem me livrará do corpo desta morte?

24 Miserável homem que eu sou! quem me livrará do corpo desta morte?

24 Miserável ser humano que sou! Quem me libertará deste corpo de morte?

24 Wretched man that I am! Who will set me free from the body of this death?

25 Dou graças a Deus por Jesus Cristo nosso Senhor. Assim que eu mesmo com o entendimento sirvo à lei de Deus, mas com a carne à lei do pecado.

25 Graças a Deus, por Jesus Cristo nosso Senhor! De modo que eu mesmo com o entendimento sirvo à lei de Deus, mas com a carne à lei do pecado.

25 Graças a Deus, por Jesus Cristo, nosso Senhor! De modo que, eu mesmo com a razão sirvo à Lei de Deus, mas com a carne à lei do pecado.

25 Thanks be to God through Jesus Christ our Lord! So then, on the one hand I myself with my mind am serving the law of God, but on the other, with my flesh the law of sin.



Public Domain - Portuguese Bible [Almeida:1628-1691]

Bíblia King James Atualizada (Português) © 2012 Abba Press. Usado com permissão.

n/a

New American Standard Bible Copyright ©1960, 1962, 1963, 1968, 1971, 1972, 1973, 1975, 1977, 1995 by The Lockman Foundation, La Habra, Calif. All rights reserved. For Permission to Quote Information visit http://www.lockman.org