Salmos 141



1 SENHOR, a ti clamo! Escuta-me! Inclina os teus ouvidos à minha voz, quando a ti clamar.

1 Ó Senhor, a ti clamo; dá-te pressa em me acudir! Dá ouvidos à minha voz, quando a ti clamo!

1 Um salmo de Davi. SENHOR, elevo meu clamor a ti: vem depressa! Presta ouvido à minha voz, quando te invoco!

1 O LORD, I call upon You; hasten to me! Give ear to my voice when I call to You!

2 Suba a minha oração perante a tua face como incenso, e seja o levantar das minhas mãos como o sacrifício da tarde.

2 Suba a minha oração, como incenso, diante de ti, e seja o levantar das minhas mãos como o sacrifício da tarde!

2 Que minha oração seja como incenso diante de ti; minhas mãos erguidas, oferenda vespertina!

2 May my prayer be counted as incense before You; The lifting up of my hands as the evening offering.

3 Põe, ó SENHOR, uma guarda à minha boca; guarda a porta dos meus lábios.

3 Põe, ó Senhor, uma guarda à minha boca; vigia a porta dos meus lábios!

3 SENHOR, põe uma guarda à minha boca, fica de vigia à porta dos meus lábios!

3 Set a guard, O LORD, over my mouth; Keep watch over the door of my lips.

4 Não inclines o meu coração para o mal, nem para se ocupar de coisas más com aqueles que praticam a iniquidade; e não coma eu das suas delícias.

4 Não inclines o meu coração para o mal, nem para se ocupar de coisas más, com aqueles que praticam a iniqüidade; e não coma eu das suas gulodices!

4 Não deixes meu coração inclinar-se para a maldade, para a prática de ações iníquas na companhia de malfeitores. Que eu jamais participe dos seus banquetes!

4 Do not incline my heart to any evil thing, To practice deeds of wickedness With men who do iniquity; And do not let me eat of their delicacies.

5 Fira-me o justo, será isso uma benignidade; e repreenda-me, será um excelente óleo, que a minha cabeça não rejeitará; porque continuarei a orar a despeito das maldades deles.

5 Fira-me o justo, será isso uma benignidade; e repreenda-me, isso será como óleo sobre a minha cabeça; não o recuse a minha cabeça; mas continuarei a orar contra os feitos dos ímpios.

5 Que me castigue o justo; é um favor que me repreenda! É óleo perfumado que minha cabeça não vai recusar. Pois minha oração persiste contra a prática dos malfeitores.

5 Let the righteous smite me in kindness and reprove me; It is oil upon the head; Do not let my head refuse it, For still my prayer is against their wicked deeds.

6 Quando os seus juízes forem arremessados da rocha, ouvirão as minhas palavras, pois são agradáveis.

6 Quando os seus juízes forem arremessados duma penha abaixo, saberão que as palavras do Senhor são verdadeiras.

6 Contra a Rocha foram destruídos todos os juízes que diante das minhas palavras de sabedoria se mostraram insensíveis!

6 Their judges are thrown down by the sides of the rock, And they hear my words, for they are pleasant.

7 Como quando alguém lavra e sulca a terra, são os nossos ossos espalhados à boca da sepultura.

7 Como quando alguém lavra e sulca a terra, são os nossos ossos espalhados à boca do Seol.

7 “Como a terra é arada e sulcada, assim são espalhados os nossos ossos à beira da

7 As when one plows and breaks open the earth, Our bones have been scattered at the mouth of Sheol.

8 Mas os meus olhos te contemplam, ó Deus, SENHOR; em ti confio; não desampares a minha alma.

8 Mas os meus olhos te contemplam, ó Senhor, meu Senhor; em ti tenho buscado refúgio; não me deixes sem defesa!

8 Entretanto, os meus olhos te contemplam, ó Soberano, SENHOR: em ti deposito toda a minha confiança; não me entregues à morte.

8 For my eyes are toward You, O GOD, the Lord; In You I take refuge; do not leave me defenseless.

9 Guarda-me dos laços que me armaram; e dos laços corrediços dos que praticam a iniquidade.

9 Guarda-me do laço que me armaram, e das armadilhas dos que praticam a iniqüidade.

9 Guarda-me da cilada que me armaram e das armadilhas dos malfeitores!

9 Keep me from the jaws of the trap which they have set for me, And from the snares of those who do iniquity.

10 Caiam os ímpios nas suas próprias redes, até que eu tenha escapado inteiramente.

10 Caiam os ímpios nas suas próprias redes, até que eu tenha escapado inteiramente.

10 Caiam todos os ímpios em sua própria rede, enquanto eu prossigo ileso meu caminho!

10 Let the wicked fall into their own nets, While I pass by safely.



Public Domain - Portuguese Bible [Almeida:1628-1691]

Bíblia King James Atualizada (Português) © 2012 Abba Press. Usado com permissão.

n/a

New American Standard Bible Copyright ©1960, 1962, 1963, 1968, 1971, 1972, 1973, 1975, 1977, 1995 by The Lockman Foundation, La Habra, Calif. All rights reserved. For Permission to Quote Information visit http://www.lockman.org