90 ocorrências

'Conhecido' na Bíblia

O terceiro, que flui pelo lado leste da Assíria, é o conhecido rio Tigre. E o quarto, é o grande rio Eufrates.

Foi também conhecido como Mispá, “torre de vigia”, porque Labão declarou ainda: “Que o SENHOR nos vigie, a mim e a ti, quando estivermos separados um do outro!

Porém, Jacó partiu para Sucote, onde construiu uma casa para si e abrigos para seu rebanho. Foi por isso que o lugar passou a ser conhecido pelo nome de Sucote, “abrigo de ramos”.

Jacó erigiu uma estela sobre seu túmulo; é o conhecido marco do túmulo de Raquel, que existe até hoje.

Apareci a Abraão, a Isaque e a Jacó como El-Shaddai, Deus Todo-Poderoso; mas pelo meu Nome, Yahweh, não lhes fui conhecido.

Se, porém, o boi já era conhecido como violento e chifrador, e seu proprietário não o guardou devidamente, indenizará boi por boi; mas o animal morto será seu.

Quando chegaram a um lugar conhecido como vale de Eshcol, cachos, cortaram um ramo do qual pendia um único cacho de uvas. Dois homens carregaram o cacho, pendurado numa vara. Colheram também romãs e figos.

Josué lapidou então facas de pedra e circuncidou os filhos de Israel no local que passou a ser conhecido como Guivat Haaralot, Colina dos Prepúcios.

Então Yahwehfalou a Josué: “Hoje removi de sobre vós a humilhação sofrida no Egito!” Por este motivo o lugar ficou conhecido até hoje como Guilgal, monumento de pedras.

De Baalá, a fronteira dava uma volta em direção ao oeste, até o monte Seir, prosseguindo pela encosta norte do monte Jearlim, ou como é conhecido: Quesalom; em seguida continuava descendo até Bete-Shémesh e passava por Timna.

Israel serviu a Yahwehdurante toda a vida de Josué e durante toda a vida dos anciãos, líderes israelenses que sobreviveram a Josué e que haviam conhecido todas as realizações que Yahwehproduziu em benefício de todo o povo de Israel.

Quando parou te bradar, jogou fora a queixada; e aquele local passou a ser conhecido como Ramat Lehi, Colina da Queixada.

Entre todos os habitantes da cidade de Jabes-Gileade foram encontradas quatrocentas virgens, moças que nunca haviam conhecido sexualmente algum homem, e as levaram ao acampamento em Siló, nas terras de Canaã.

Os filisteus juntaram suas milícias com o objetivo de guerrear em Soho, Socó, uma cidade de Judá. Acamparam num lugar conhecido como Éfes-Damim, Fronteira Sangrenta, que ficava entre Socó e Azeca.

E aconteceu que cada soldado conseguiu agarrar seu adversário pela cabeça e fincou-lhe o punhal no lado, e juntos caíram mortos. Por esse motivo aquele lugar, situado em Guivon, Gibeom, ficou conhecido como Helcat Hatsurim, Campo dos Punhais Hostis.

E quem é como Israel, o teu povo, a única nação sobre a terra, que tu pessoalmente resgataste para dela constituíres um povo para ti mesmo, e assim tornaste o teu Nome conhecido em toda a terra, realizaste portentosas e maravilhosas obras ao expulsar nações inteiras e seus deuses de diante desta tua nação que libertaste do Egito?

Ora, havia um grande guerreiro, conhecido como Ishbi, de Nov, Isbi-Benobe, um dos descendentes dos gigantes de Rafa, que prometera matar Davi. A ponta de bronze da lança de Isbi-Benobe pesava cerca de quatro quilos, e, além disso, ele estava armado com uma grande espada nova.

Estes, pois, são os nomes dos principais guerreiros de Davi: Josebe-Bassebete, o taquemonita. Este foi o líder do conhecido grupo “Os Três”, e armado apenas de sua lança enfrentou oitocentos inimigos e os matou numa batalha.

Quando estava chegando o tempo da colheita, três chefes do conhecido batalhão “Os Trinta”, desceram até a caverna de Adulão, onde Davi estava refugiado, enquanto um bando de filisteus acampava no chamado Vale de Refaim, dos Gigantes.

O rei Salomão impôs o sistema de trabalhos forçados para que se construísse o Templo de Yahweh, seu próprio palácio, o aterro do lado leste da cidade, conhecido como Milo, as muralhas de Jerusalém, bem como as cidades de Hazor, Megido e Gezer.

Havia também doze leões nos seis degraus, um em cada ponta de cada degrau. Nada igual havia sido produzido em nenhum outro reino conhecido.

O filho de Carmi foi Acar. Ele foi conhecido como o perturbador de Israel e causou grande desgraça à nação ao violar a proibição de se apossar de objetos sagrados.

Eles e seus filhos haviam sido encarregados da guarda das portas do templo do SENHOR, isto é, do templo conhecido por Tenda.

Davi ficou contrariado porque o SENHOR, em sua ira, havia fulminado seu companheiro Uzá. E até nossos dias aquele local é conhecido como Pérets-Uzá, a Punição de Uzá.

Caminhei contigo por todos os lugares por onde andaste e destruí todos os teus inimigos de diante de ti. Agora te tornarei tão conhecido e ilustre quanto os mais importantes da terra.

E quem é como Israel, o teu povo, a única nação da terra que tu, ó Deus, resgataste para ti mesmo, e assim tornaste o teu Nome conhecido em toda a terra, mediante realizações portentosas e impressionantes ao expulsar todas as nações e seus deuses de diante da tua gente que libertaste do Egito?

À vista de todos os filhos de Israel, Yahweh engrandeceu sobremaneira a Salomão e concedeu-lhe um reino de um esplendor e um poder jamais conhecido por nenhum dos homens que reinaram antes dele sobre Israel.

Assim, durante sete dias, Salomão com todo o povo de Israel, celebrou a festa; era uma grande multidão, pessoas vindas desde Lebo-Hamat, a entrada de Hamate, ao norte, até a Torrente do Egito, o conhecido ribeiro egípcio, no extremo sul.

Mais doze leões em pé foram posicionados de um e de outro lado, sobre os seus degraus. Nada semelhante havia sido construído em nenhum outro reino conhecido.

Zerá, o etíope, conhecido como cuchita, decidiu atacar as cidades de Judá com um exército de um milhão de soldados e trezentos carros de guerra, e chegou até Mareshá, Maressa.

Assim Josafá ia se tornando cada vez mais poderoso e conhecido; edificou fortalezas e cidades-armazéns em Judá,

Em Jerusalém, construiu máquinas, projetadas por especialistas, a fim de serem posicionadas nas torres e nos cantos das muralhas, para atirarem simultaneamente grande quantidade de flechas, assim como arremessarem grandes pedras contra forças inimigas na defesa das esquinas. A fama do rei Urias foi contada e divulgada até terras muito distantes, por quanto foi ajudado de forma extraordinária, até que se tornou bastante conhecido e poderoso.

Também dos filhos dos sacerdotes: os filhos de Habaías, os filhos de Coz, os filhos de Barzilai, que se casara com uma das filhas de Barzilai, de Gileade, e que era conhecido pelo nome do sogro.

Reuniram-se, pois, todos os homens de Judá e de Benjamim, no prazo de três dias, em Jerusalém: era o vigésimo dia do nono mês; todo o povo se encontrava na praça da Casa de Deus, temendo e tremendo por causa da decisão que seria tomada em relação ao assunto já conhecido e porque chovia muito forte.

Ioiadá ben Passêah, Joiada filho de Paseia, e Meshulam ben Bessodeiá, Mesulão, filho de Besodeias, reforçaram o antigo portão da cidade, conhecido como Porta Velha; colocaram-lhe as vigas, e as folhas do portal no lugar, com seus ferrolhos e trancas.

os filhos de Ater, que também era conhecido pelo nome de Hizkiá,Ezequias, noventa e cinco;

Realizaste sinais prodigiosos e maravilhas em igual contra Faraó, e contra todos os seus oficiais, e contra todo o povo da terra dele, pois sabias com que arrogância eles os haviam tratado. Assim passaste a ser conhecido e temido em toda a terra, e tua fama permanece até nossos dias.

O SENHOR é conhecido pela justiça que exerce; os ímpios caem em suas próprias tramas.

Ao mestre de música. Com instrumentos de cordas. Um salmo e cântico da família de Asafe. Deus é conhecido em Judá, seu Nome é grande em Israel.

Será teu sinal milagroso conhecido na região das trevas, e tua justiça, na dimensão do esquecimento?

O que se espera do ser humano é seu amor leal; é muito melhor ser conhecido pelos poucos recursos conquistados do que pelas muitas mentiras ditas!

Quem urde o mal o tempo todo será conhecido como mexeriqueiro!

Ali haverá uma estrada, um caminho que será conhecido por Caminho de Santidade. Os impuros não passarão por ele; servirá tão somente aos que são do Caminho; os ímpios e insensatos escolherão não seguir por ele.

Em seus dias Judá será salva, Israel viverá em segurança, e este é o Nome pelo qual será conhecido: ‘Jeová-Tsidkenu, o SENHOR, é a Nossa Justiça’.

Ninguém mais terá a necessidade de orientar o seu próximo nem seu irmão, pregando: ‘Eis que precisas conhecer quem é Yahweh, o SENHOR!’, porquanto serei conhecido no interior do ser de cada pessoa, desde os mais jovens até os idosos, dos mais pobres aos mais ricos.”, garante o SENHOR. “Porque Eu mesmo lhes perdoarei a malignidade e não me permitirei recordar mais dos seus erros e pecados!”

juro pela minha vida, Palavra do Eterno e Soberano SENHOR, que te tratarei segundo a ira e o ciúme que revelaste através de teu ódio para com eles, e me farei conhecido entre eles no Dia em que o meu julgamento for deflagrado contra ti.

E assim demonstrarei a minha magnificência e a minha santidade, e me farei conhecido aos olhos de muitas nações. Então eles saberão que Eu Sou Yahweh, o SENHOR.

Ó Adonai Elohim, nosso Deus Todo-Poderoso, que tiraste o teu povo da terra do Egito com braço forte e mediante teus atos magníficos fizeste o teu Nome conhecido como hoje se vê; em verdade, sim, pecamos. Temos agido como os ímpios e somos culpados!

No terceiro ano de Ciro, imperador persa, Daniel, também conhecido por Beltessazar, em aramaico, recebeu uma revelação divina. A profecia era verdadeira e falava de tempos hostis e guerras. Na visão que teve, ele compreendeu bem a mensagem que segue:

Assim, pois, declara o Eterno: “Estou retornando para Tsión, Sião, e tabernacularei no centro de Jerusalém. Então Jerusalém será chamada por todos de ‘Iyr‘Emeth, Cidade Verdade, e o monte de Yahweh dos Exércitos será conhecido como monte Kôdesh, Sagrado!”

mas será um dia único, um dia definido e bem conhecido de Yahweh, no qual não haverá separação entre dia e noite; porquanto mesmo após o pôr-do-sol, e durante o anoitecer, a claridade permanecerá.

Entretanto, não os temais! Nada há escondido que não venha a ser revelado, nem oculto que não venha a se tornar conhecido. A entrega do temor a Deus

Detinham eles, naqueles dias, um criminoso muito conhecido de todos, chamado Barrabás.

Chegaram a um lugar conhecido como Gólgota, que significa Lugar da Caveira.

E estando Jesus em Betânia, reclinado à mesa na casa de certo homem conhecido como Pedro, o leproso, achegou-se dele uma mulher portando um frasco de alabastro contendo valioso perfume, feito de nardo puro; e, quebrando o alabastro, derramou todo o bálsamo sobre a cabeça de Jesus.

Um homem conhecido por Barrabás estava na prisão junto a rebeldes que haviam cometido assassinato durante uma rebelião.

No entanto, Jesus lhes replicou: “Com toda a certeza citareis a mim o conhecido provérbio: ‘Médico, cura-te a ti mesmo! Faze aqui em tua terra o que soubemos que fizeste em Cafarnaum’”.

Mateus; Tomé; Tiago, filho de Alfeu; Simão, conhecido como Zelote;

Porquanto não há nada oculto que não venha a ser revelado, e nada escondido que não venha a ser conhecido e trazido à luz.

Pois não existe nada escondido que não venha a ser revelado, ou oculto que não venha a ser conhecido.

Quando iam chegando aos povoados de Betfagé e Betânia, que ficam próximos do conhecido monte das Oliveiras, enviou dois dos seus discípulos, com a seguinte instrução:

Quando chegaram a um lugar conhecido como Caveira, ali o crucificaram com os criminosos, um à direita e o outro à sua esquerda.

Todavia, vós ainda não o tendes conhecido, mas Eu o conheço. E se Eu disser que não o conheço, Eu serei um mentiroso, assim como vós. No entanto, Eu verdadeiramente o conheço e obedeço a sua Palavra.

Eu Sou o bom pastor. Conheço as minhas ovelhas e sou conhecido por elas;

Se vós, de fato, tivésseis me conhecido, teríeis conhecido também a meu Pai; e desde agora vós o conheceis e o vistes.”

Então Jesus ministrou-lhes: “Há tanto tempo estou convosco, e tu não me tens conhecido, Filipe? Aquele que vê a mim, vê o Pai; como podes dizer: ‘mostra-nos o Pai’?

Pai justo, o mundo não te tem conhecido; Eu, porém, te conheci, assim como estes entenderam que Tu me enviaste.

Simão Pedro e outro discípulo estavam seguindo Jesus. Por ser conhecido do sumo sacerdote, este discípulo entrou com Jesus no pátio da casa do sumo sacerdote.

Entretanto, Pedro teve de ficar esperando do lado de fora da porta. O outro discípulo, que era conhecido do sumo sacerdote, voltou, falou com a criada encarregada da porta e levou Pedro para dentro.

Então os judeus exclamaram outra vez, dizendo: “Não! Esse homem não, mas sim Barrabás!” Ora, Barrabás era um conhecido bandido.

Quando Pilatos ouviu esse clamor dos judeus, trouxe Jesus para fora, no tribunal, e sentou-se no trono do juiz, em um lugar conhecido como Pavimento de Pedra, mas em aramaico é Gábata.

Por esse motivo, tornou-se conhecido entre os irmãos o rumor de que aquele discípulo não passaria pela morte. Ora, Jesus não disse que ele não morreria, mas sim: “Se Eu desejar que ele fique vivo até que Eu volte, o que te importa?”

Então, propuseram dois nomes: José, chamado Barsabás, também conhecido como Justo, e Matias.

Este fato se tornou conhecido por toda a cidade de Jope, e foram muitos os que passaram a crer no Senhor.

Havia em Cesareia um homem chamado Cornélio, centurião do regimento militar conhecido como italiano.

Agora, envia alguns homens a Jope e manda chamar Simão, também conhecido pelo segundo nome, Pedro.

E, havendo concluído sua missão, Barnabé e Saulo voltaram de Jerusalém, levando consigo João, também conhecido por seu segundo nome, Marcos. A primeira viagem missionária

Na Igreja em Antioquia havia profetas e mestres: Barnabé, Simeão, conhecido por seu segundo nome, Niger, Lúcio de Cirene, Manaém que era irmão de criação de Herodes, o governador, e Saulo.

Assim que esse acontecimento se tornou conhecido de todos os judeus e gregos que habitavam em Éfeso, toda a população foi tomada de grande temor, e o Nome do Senhor Jesus era engrandecido.

Todavia, pouco tempo depois, desencadeou-se contra a ilha uma espécie de furacão conhecido como vento Nordeste.

porquanto, mesmo havendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe renderam graças; ao contrário, seus pensamentos passaram a ser levianos, imprudentes, e o coração insensato deles tornou-se em trevas.

Portanto, que concluiremos? A Lei é pecado? De forma alguma! De fato, eu não teria como saber o que é pecado, a não ser por intermédio da Lei. Porquanto, na realidade, eu não haveria conhecido a cobiça, se primeiro a Lei não tivesse dito: “Não cobiçarás”.

Mas o que tens a dizer se Deus suportou com muita longanimidade os vasos da ira, preparados para a destruição, porque desejava manifestar a sua ira e tornar conhecido seu poder,

Sempre fiz questão de pregar o Evangelho onde Cristo ainda não era conhecido, de forma que não estivesse edificando sobre um alicerce elaborado por outra pessoa.

Todavia, quem ama a Deus, este é conhecido por Deus.

Agora, portanto, enxergamos apenas um reflexo obscuro, como em um material polido; entretanto, haverá o dia em que veremos face a face. Hoje, conheço em parte; então, conhecerei perfeitamente, da mesma maneira como plenamente sou conhecido.

E, até então, não era conhecido pessoalmente pelas igrejas de Cristo na Judéia.

Em vez disso, aguardavam eles pela pátria excelente, ou seja, a pátria celestial. Por esse motivo, Deus não se constrange de ser conhecido como o Deus deles, mas lhes preparou uma cidade.

conhecido, de fato, antes da criação do mundo, porém revelado nestes últimos tempos em vosso favor.

Porque lhes teria sido melhor não haver conhecido o Caminho da justiça do que, depois de conhecê-lo, darem as costas ao santo mandamento que lhes havia sido concedido.

Pesquisa Resultados por Versões

Pesquisar Resultado por Livro

Todos os Livros

Bíblia King James Atualizada (Português) © 2012 Abba Press. Usado com permissão.