3225 ocorrências nas traduções 3

'Vos' na Bíblia

Esforço-me a fim de que o coração deles seja animado, estando vós unidos em amor e juntos alcanceis toda a riqueza do pleno entendimento, para que possais conhecer perfeitamente o mistério de Deus, a saber, Cristo.

E digo isto, para que ninguém vos engane com palavras persuasivas.

Porquanto, apesar de estar fisicamente distante de vós, estou convosco em espírito, e me sinto feliz ao verificar que estais vivendo em plena ordem, e como está firme a vossa fé em Cristo. Cristãos livres do legalismo

Tende cuidado, para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofia e vãs sabtilezas, segundo a tradição dos homens, segundo os rudimentos do mundo, e não segundo Cristo;

E, quando vós estáveis mortos nos pecados, e na incircuncisão da vossa carne, vos vivificou juntamente com êle, perdoando-vos todas as ofensas,

Portanto ninguém vos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por causa dos dias de festa, ou da lua nova, ou dos sábados,

Ninguém vos domine a seu belprazer com pretexto de humilhação e culto dos anjos, metendo-se em coisas que não viu; estando debalde inchado na sua carnal compreensão.

Se, pois, estais mortos com Cristo quanto aos rudimentos do mundo, porque vos carregam ainda as ordenaças como se vivesseis no mundo,

Quando Cristo, que é a nossa vida, se manifestar, então também vós vos manifestareis com êle em glória.

Mas agora despojai-vos também de tudo: da ira, da cólera, da malícia, da maledicência, das palavras torpes da vossa boca.

Não mintais uns aos outros, pois que já vos despistes do velho homem com os seus feitos,

E vos vestistes do novo, que se renova para o conhecimento, segundo a imagem daquêle que o criou;

Nessa nova ordem de vida, não há mais diferença entre grego e judeu, circunciso e incircunciso, bárbaro e cita, escravo ou pessoa livre, mas, sim, Cristo é tudo e habita em todos vós.

Revesti-vos pois, como eleitos de Deus, santos, e amados, de entranhas de misericórdia, de benignidade, humildade, mansidão, longanimidade;

Suportando-vos uns aos outros, e perdoando-vos uns aos outros, se algum tiver queixa contra outro: assim como Cristo vos perdoou, assim fazei vós também.

E, sôbre tudo isto, revesti-vos de caridade, que é o vínculo da perfeição.

A palavra de Cristo habite em vós abundantemente, em toda a sabedoria, ensinando-vos e admoestando-vos uns aos outros, com salmos, hinos e cânticos espirituais; cantando ao Senhor com graça em vosso coração.

Vós, mulheres, estai sujeitas a vossos próprios maridos, como convém no Senhor,

Vós, maridos, amai a vossas mulheres, e não vos irriteis contra elas.

Vós, filhos, obedecei em tudo a vossos pais; porque isto é agradável ao Senhor.

Vós, pais, não irriteis a vossos filhos, para que não percam o ânimo.

Vós, servos, obedecei em tudo a vossos senhores segundo a carne, não servindo só na aparência, como para agradar aos homens, mas em simplicidade de coração, temendo a Deus.

VÓS, senhores, fazei o que for de justiça e equidade a vossos servos, sabendo que também tendes um Senhor nos céus.

Portai-vos com sabedoria para com os que são de fora; aproveitai ao máximo todas as oportunidades.

A vossa palavra seja sempre agradável, temperada com sal, para que saibais como vos convém responder, a cada um.

Tíquico, irmão amado e fiel ministro, e conservo no Senhor, vos fará saber o meu estado;

O qual vos enviei para o mesmo fim, para que saiba do vosso estado e console os vossos corações;

Juntamente com Onésimo, amado, e fiel irmão, que é dos vossos; eles vos farão saber tudo o que por aqui se passa.

Aristarco, que está preso comigo, vos sauda, e Marcos, o sobrinho de Barnabé, àcerca do qual já recebestes mandamentos; se ele for ter convosco, recebei-o;

Jesus, chamado Justo, também vos envia saudações. Esses são os únicos da circuncisão que são meus cooperadores em benefício do Reino de Deus. Eles têm me proporcionado grande apoio e consolo.

Saúda-vos Epafras, que é dos vossos, servo de Cristo, combatendo sempre por vós em orações, para que vos conserveis firmes, perfeitos e consumados em toda a vontade de Deus.

Pois eu lhe dou testemunho de que tem grande zelo por vós, e pelos que estão em Laodiceia, e pelos que estão em Hierápolis.

Saúda-vos Lucas, o médico amado, e Demas.

E, quando esta epístola tiver sido lida entre vós, fazei que também o seja na igreja dos laodicenses, e a que veio de Laodiceia lêde-a vós também.

Saudação de minha mão, de Paulo. Lembrai-vos das minhas prisões: A graça seja convosco. Amen.

Paulo, Silvano e Timóteo, à igreja dos tessalonicenses, em Deus Pai e no Senhor Jesus Cristo: Graça e paz vos sejam dadas.

Sempre damos graças a Deus por vós todos, fazendo menção de vós em nossas orações;

Porque o nosso evangelho não foi a vós somente em palavras, mas também em poder, e no Espirito Santo, e em muita certeza; como bem sabeis quais fomos entre vós, por amor de vós.

E vós fostes feitos nossos imitadores, e do Senhor, recebendo a palavra em muita tribulação, com gozo do Espírito Santo.

De sorte que vos tornastes modelo para todos os crentes na Macedônia e na Acaia.

Porque por vós soou a palavra do Senhor, não somente na Macedónia e Acaia, mas também em todos os lugares a vossa fé para com Deus se espalhou, de tal maneira que já dela não temos necessidade de falar coisa alguma;

Porque eles mesmos anunciam de nós qual a entrada que tivemos para convosco, e como dos ídolos vos convertestes a Deus, para servir o Deus vivo e verdadeiro,

PORQUE vós mesmos, irmãos, bem sabeis que a nossa entrada para convosco não foi vã;

Mas, havendo primeiro padecido, e sido agravados em Filipos, como sabeis, tornámo-nos ousados em nosso Deus, para vos falar o evangelho de Deus com grande combate.

Pois a nossa exortação não tem origem no pecado nem tampouco em motivos impuros, muito menos temos qualquer intenção de vos enganar;

E não buscámos glória dos homens, nem de vós, nem de outros, ainda que podíamos, como apóstolos de Cristo, ser-vos pesados;

Antes fomos brandos entre vós, como a ama que cria seus filhos.

Assim nós, sendo-vos tão afeiçoados, de boa vontade quiséramos comunicar-vos, não somente o evangelho de Deus, mas ainda as nossas próprias almas; porquanto nos éreis muito queridos.

Porque bem vos lembrais, irmãos, do nosso trabalho e fadiga; pois, trabalhando, noite e dia, para não sermos pesados a nenhum de vós, vos pregámos o evangelho de Deus.

Vós e Deus sois testemunhas de quão santa, e justa, e irrepreensivelmente nos houvemos para convosco, os que crestes.

Assim como bem sabeis de que modo vos exortávamos e consolávamos, a cada um de vós, como o pai a seus filhos;

Para que vos conduzísseis dignamente para com Deus, que vos chama para o seu reino e glória.

Pelo que também damos sem cessar graças a Deus, pois, havendo recebido de nós a palavra da pregação de Deus, a recebestes, não como palavra de homens, mas (segundo é, na verdade), como palavra de Deus, a qual também opera em vós, os que crestes.

Porque vós, irmãos, haveis sido feitos imitadores das igrejas de Deus que na Judéia estão em Jesus Cristo; porquanto também padecestes de vossos próprios concidadãos o mesmo que os judeus lhes fizeram a eles,

Nós, porém, irmãos, sendo privados de vós por um momento de tempo, de vista, mas não do coração, tanto mais procurámos com grande desejo ver o vosso rosto.

por isso, queríamos visitar-vos. Eu, Paulo, quis vos saudar face a face não somente uma vez, mas duas; porém, Satanás nos provocou impedimentos.

Porque, qual é a nossa esperança, ou gozo, ou coroa de glória? Porventura não o sois vós também diante de nosso Senhor Jesus Cristo em sua vinda?

Na verdade vós sois a nossa glória e gozo.

Pelo que, não podendo mais suportar o cuidado por vós, achamos por bem ficar sozinhos em Atenas,

E enviámos Timóteo, nosso irmão, e ministro de Deus, e nosso cooperador no evangelho de Cristo, para vos confortar e vos exortar acerca da vossa fé;

Para que ninguém se comova por estas tribulações; porque vós mesmos sabeis que para isto fomos ordenados,

Pois, estando ainda convosco, vos predizíamos que havíamos de ser afligidos, como sucedeu, e vós o sabeis.

Portanto, não podendo eu também esperar mais, mandei-o saber da vossa fé, temendo que o tentador vos tentasse, e o nosso trabalho viesse a ser inútil.

Vindo, porém, agora Timóteo de vós para nós, e trazendo-nos boas novas da vossa fé e caridade, e de como sempre tendes boa lembrança de nós, desejando muito ver-nos, como nós também a vós;

Por esta razão, irmãos, ficámos consolados acerca de vós, em toda a nossa aflição e necessidade, pela vossa fé,

Porque, que acção de graças poderemos dar a Deus por vós, por todo o gozo com que nos regozijamos por vossa causa diante do nosso Deus,

Ora o mesmo nosso Deus e Pai, e nosso Senhor Jesus Cristo, encaminhe a nossa viagem para vós,

E o Senhor vos aumente, e faça abundar em caridade uns para com os outros, e para com todos, como também abundamos para convosco;

para vos confirmar os corações, de sorte que sejam irrepreensíveis em santidade diante de nosso Deus e Pai, na vinda de nosso Senhor Jesus com todos os seus santos.

FINALMENTE, irmãos, vos rogamos e exortamos no Senhor Jesus, que, assim como recebestes de nós, de que maneira convém andar e agradar a Deus, assim andai, para que possais progredir cada vez mais.

Porque vós bem sabeis que mandamentos vos temos dado pelo Senhor Jesus.

Porque esta é a vontade de Deus, a vossa santificação: que vos abstenhais da prostituição;

Que cada um de vós saiba possuir o seu vaso em santificação e honra;

Quanto a este assunto, ninguém seduza ou tire proveito de seu irmão, porque o Senhor castigará todas essas práticas, como já vos advertimos com toda a certeza.

Portanto, quem rejeita isso não rejeita ao homem, mas sim a Deus, que vos dá o seu Espírito Santo.

Quanto, porém, ao amor fraternal, não necessitais de que vos escreva, visto que vós mesmos estais instruídos por Deus que vos ameis uns aos outros.

Porque também já assim o fazeis para com todos os irmãos que estão por toda a Macedónia. Exortamo-vos, porém, a que ainda nisto abundeis cada vez mais,

buscando viver em paz, cuidando cada qual da sua vida, e trabalhando com as próprias mãos, como já vos orientamos;

de modo que vos porteis com dignidade para com os de fora, e de nada venhais a necessitar da parte deles. A volta de Cristo e os crentes

Não quero, porém, irmãos, que sejais ignorantes acerca dos que já dormem, para que não vos entristeçais, como os demais, que não têm esperança.

Dizemo-vos, pois, isto pela palavra do Senhor: que nós, os que ficarmos vivos para a vinda do Senhor, não precederemos os que dormem.

Portanto, consolai-vos uns aos outros com estas palavras.

MAS, irmãos, acerca dos tempos e das estações, não necessitais de que se vos escreva;

Porque vós mesmos sabeis muito bem que o dia do Senhor virá como o ladrão de noite;

Quando vos afirmarem: “Paz e segurança!”, eis que repentina destruição se precipitará sobre eles, assim como “as dores de parto” tomam uma mulher grávida, e de forma alguma encontrarão escape. Revestir-se de Cristo e vigiar

Mas vós, irmãos, já não estais em trevas, para que aquele dia vos surpreenda como um ladrão;

Porque todos vós sois filhos da luz e filhos do dia; nós não somos da noite nem das trevas.

Pelo que exortai-vos uns aos outros e edificai-vos uns aos outros, como também o fazeis.

E rogamo-vos, irmãos, que reconheçais os que trabalham entre vós e que presidem sobre vós no Senhor, e vos admoestam;

E que os tenhais em grande estima e amor, por causa da sua obra. Tende paz entre vós.

Rogamo-vos também, irmãos, que admoesteis os desordeiros, consoleis os de pouco ânimo, sustenteis os fracos, e sejais pacientes para com todos.

Abstende-vos de toda a aparência do mal.

E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito e alma, e corpo, sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo.

Fiel é o que vos chama, o qual também o fará.

Pelo Senhor vos conjuro que esta epístola seja lida a todos os santos irmãos.

A graça de nosso Senhor Jesus Cristo esteja em todos vós!

Graça e paz a vós da parte de Deus nosso Pai, e da do Senhor Jesus Cristo.

Sempre devemos, irmãos, dar graças a Deus por vós, como é de razão, porque a vossa fé cresce muitíssimo e a caridade de cada um de vós abunda de uns para com os outros,

De maneira que nós mesmos nos gloriamos de vós nas igrejas de Deus por causa da vossa paciência e fé, e em todas as vossas perseguições e aflições que suportais;

Public Domain - Portuguese Bible [Almeida:1628-1691]

Bíblia King James Atualizada (Português) © 2012 Abba Press. Usado com permissão.

n/a